24 de dez de 2011

Amigo Secreto

Nessa época do ano sempre participamos de algum amigo secreto.
É uma jeito de darmos presentes descrevendo a maneira como vemos a outra pessoa. O que caracteriza-a. O que nos chama atenção nela, o que ela já fez.

Aproximadamente 800 anos antes de Cristo
"Por isso o Senhor mesmo lhes dará um sinal: a virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e o chamará Emanuel." Isaías 7:14

Aproximadamente 1000 anos antes de Cristo
"Paguem-lhe tributos os reis de Tarsis e das ilhas; os reis de Sabá e de Seba lhe ofereçam presentes." Salmos 72:10


738 a 698 anos antes de Cristo
"Mas tu, Belém Efrata, posto que pequena entre milhares de Judá, de ti me sairá aquele que há de reinar em Israel e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade." Miquéias 5:2

Aproximadamente 800 anos antes de Cristo
"A multidãode camelos te cobrirá, os dromedários de Midiã e de Efá: todos virão de Sabá; trarão ouro e incenso e publicarão os louvores do Senhor." Isaías 60:6


Deus nos falou de seu próprio Filho usando essas dicas de amigo secreto também. Ele o descreveu, dizendo onde nasceria, o que ele faria, o que ele receberia. Deus, através de sua Palavra, deu as dicas de como seria o enviado para salvar o mundo. Essas dicas tiveram o nome de profecias.
São muitas profecias acerca do Filho de Deus, algo em torno de 200. E a única pessoa que cumpriu CADA UMA DELAS foi JESUS!

Como seria o nascimento:
"Por isso o Senhor mesmo lhes dará um sinal: a virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e o chamará Emanuel." Isaías 7:14

"Foi assim o nascimento de Jesus Cristo: Maria, sua mãe, estava prometida em casamento a José, mas, antes que se unissem, achou-se grávida pelo Espírito Santo. "
Mateus 1:18

Quem o visitaria:
"Paguem-lhe tributos os reis de Tarsis e das ilhas; os reis de Sabá e de Seba lhe ofereçam presentes." Salmos 72:10

Depois que Jesus nasceu em Belém da Judéia, nos dias do rei Herodes, magos vindos do oriente chegaram a Jerusalém e perguntaram: "Onde está o recém-nascido rei dos judeus? Vimos a sua estrela no oriente e viemos adorá-lo". Mateus 2:1-2


Onde nasceria:

"Mas tu, Belém Efrata, posto que pequena entre milhares de Judá, de ti me sairá aquele que há de reinar em Israel e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade." Miquéias 5:2

"Assim, José também foi da cidade de Nazaré da Galiléia para a Judéia, para Belém, cidade de Davi, porque pertencia à casa e à linhagem de Davi.Ele foi a fim de alistar-se, com Maria, que lhe estava prometida em casamento e esperava um filho. Enquanto estavam lá, chegou o tempo de nascer o bebê, e ela deu à luz o seu primogênito. Envolveu-o em panos e o colocou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria." Lucas 2:4-7


O que ele ganharia de presente:
"A multidãode camelos te cobrirá, os dromedários de Midiã e de Efá: todos virão de Sabá; trarão ouro e incenso e publicarão os louvores do Senhor." Isaías 60:6

Ao entrarem na casa, viram o menino com Maria, sua mãe, e, prostrando-se, o adoraram. Então abriram os seus tesouros e lhe deram presentes: ouro, incenso e mirra. Mateus 2:11
Deus revelou o amigo secreto. O seu Primogênito enviado para nos salvar!
Imagine: Deus escreveu ao longo de séculos, na sua Palavra, usando pessoas diferentes, dicas para que pudéssemos descobrir e esperar pelo seu precioso presente. E aconteceu tudo exatamente como fora escrito!
Tudo que Deus fala, Ele cumpre! Por que? Ele é PERFEITO!
Já conhecemos a história, mas aceitamos o presente? Se sim, vivemos para nos tornar mais íntimos e para conhecer a vontade do Presente, Jesus? Nos esforçamos para parecer com Ele quando não há presépios montados por todos os lados? Quando as pessoas não estão interessadas em ser gentis e tratar bem suas famílias? Quando não trocamos presentes?
Que este natal seja mais do que simples festas, mais do que apenas uma lembrança de que um menininho nasceu em Bélem há mais de 2000 anos atrás, mas que possa ser o começo do resto de nossas vidas vivendo com o compromisso e honra de além de participar da família de Deus, servi-la e viver inteiramente para Deus, colocando de lado até nós mesmos.

Abraços e um ótimo começo dessa nova vida!
Feliz Natal!

Dai,
Equipe Radicais Mais Que Livres

15 de dez de 2011

Da Escravidão Total à Liberdade Absoluta #1 Liberdade da Condenação

Eae galera!!
Como vocês estão, tudo certo?


Eu tava pensando esses dias sobre como tem alguns textos da bíblia que a gente já leu tantas vezes, mas que tem uma verdade tão tri, que a gente não se ligou ainda.
E um desses textos é o de Filipenses 1:Estou convencido de que aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus.
Vocês já pararam pra pensar em tudo que esse versículo diz pra nós?
Eu parei.. hehe.. então vou fazer uma série de 3 posts (sendo esse aqui o primeiro, por razões óbvias.. hehehe) falando sobre três coisas muito feras que Deus nos fala através desse texto!
 ____________________________________________________________________
#1 Da escravidão à Liberdade da Condenação do Pecado
"..aquele que começou boa obra em vocês..."


Deus começa a trabalhar em nós já do momento em que nos convertemos.
A partir desse momento, estamos libertos da condenação do pecado, ou seja, o pecado não pode mais nos condenar, e a condenação do pecado é a morte (Rm. 6:23).
Quantas vezes já não ouvimos, na nossa mente: "Olha isso que você fez! Que horror! Que pecadão! Acho que você não é salvo não!" Mas isso é porque ainda vivemos num corpo corrupto, e às vezes (na maioria das vezes) fazemos o mal que não queremos e o bem que queremos fazer, não fazemos (Rm. 7:18-19).
Mas Deus nos libertou dessa condenação, dessa maldição. Nós ganhamos a vida, e não qualquer vida, a vida eterna, junto com Ele! Mas o que fazemos com essa vida que recebemos aqui? Muito pouco.. Ficar, se embebedar, colar, não ser exemplo na escola, em casa, não trabalhar para Cristo, e a lista segue, são coisas que fazemos desperdiçando a nossa vida.




Em Lucas 2, é contada a história desse carinha aí da imagem: Simeão. Deus disse pra ele que ele não morreria até ver Cristo, o Senhor. No dia em que ele viu a Cristo (bebê ainda) ele disse: "Ó Soberano, como prometeste, agora podes despedir em paz o teu servo. Pois os meus olhos já viram a tua salvação, que preparaste à vista de todos os povos: luz para revelação aos gentios e para a glória de Israel, teu povo".  (Lc 2:29-32) Ele diz que já pode morrer, porque já viu a Cristo, pode morrer em paz!
Nós fomos transformados, acolhidos, feitos filhos de Deus, co-herdeiros de Jesus! E ainda assim não estamos dispostos a viver por Ele, quem dirá morrer. E quem está pronto pra morrer (assim como Simeão estava) está pronto pra praticamente qualquer parada.
Se vivermos pra Cristo, como se fôssemos morrer amanhã, coisas imensas e gigantes iam acontecer, porque Deus iria atuar muito mais através da gente! Ele não quer pessoas mornas (Ap. 3:16), esquenta-bancos. Ele quer pessoas pegando fogo por Ele, (tanto figurativamente, quanto pessoas dispostas a pegar fogo por Ele mesmo!) Pessoas totalmente apaixonadas por Ele!!
Vamos parar de ter medo de nos posicionarmos pelo que acreditamos, de nos sentarmos calados, quando deveríamos estar de pé, gritando! Não tenha medo de se posicionar porque você não sabe o que as pessoas vão pensar! Você foi liberto por Cristo, da morte eterna, do inferno! Vamos viver pra Ele, pensando sobre o que Ele vai pensar das nossas atitudes!


Era isso aê pessoal!
Esse é o primeiro post dos três! ^^


Tem uma música bem antiga, um hino, que fala do que Cristo fez por nós na cruz!





De Jesus, 
a doce voz, 
Ouvi, eu, pecador. 
Aceitei, de coração, 
Jesus, meu Salvador. 

Meu pecado, sim, 

Já na cruz pagou, 
E por graça sem igual, 
Jesus me resgatou. 


Retidão em mim não há, 
Por graça salvo sou. 
A Jesus sou devedor, 
Pois já me perdoou. 
--
Abraços galera!
Deus abençoe vocês!!
E vamos #Revolucionar a nossa geração!!!


Tim
Equipe Radicais Mais Que Livres

6 de dez de 2011

I Still Believe

Iai galera... Sinceramente eu não lembro quando foi a última vez que eu escrevi aqui... Eu não lembro a última vez que eu falei para alguém continuar firme na fé e já não me recordo mais quando foi a última vez que eu disse para não desistirmos de lutar... Eu lamento por ter parado de falar isso, eu lamento por não parecer mais tão confiante... Eu parei de falar isso pois a minha fé estava por um fio e eu tinha dúvidas quanto a vontade do meu Deus. Com isso eu olhava para o céu e perguntava o que você quer com tudo isso? O que você quer de mim? Aonde está o seu poder agora? E ele apenas olhava para mim e falava... Relaxa um pouco... Deixa eu ser o herói desta vez, okay? Esqueça o seu medo e a sua ansiedade e descansa na minha paz... Apenas confia em mim e tudo ira terminar bem... E nessa hora eu me ajoelhei e chorei, quebrantado ao perceber que estava na frente do Criador do universo, e que todo o meu destino estava em suas mãos, contanto que eu acreditasse nele.



5 de dez de 2011

I will trust in You

Buenas pessoal, primeiramente, quaaaaaanto tempo que eu não escrevo...

Agora, ao post...

Bom, me peguei pensando em como, aparentemente, só causo desgosto ao meu Criador... Claro que isso foi um sentimento maligno, e que Deus jamais, JAMAIS, sentiria desgosto ou arrependimento por minha causa.

Mas foi bom ter passado por isso. Durante minhas reflexões, totalmente depressivas diga-se de passagem, eu normalmente ouço umas musiquinhas no meu celular, e dessa vez, uma delas mudou o rumo dos meus pensamentos...

Me chocou tanto o conteúdo dessa música, que gostaria de compartilhar com todos:

"When the darkness is close at hand
And I'm running against the wind
I will trust in you and I will not be afraid.
When I'm standing upon that shore
All the battles I've gone before
I will trust in you, and I will not be afraid."

Traduzindo...

"Quando a escuridão estiver próxima
E eu estiver correndo contra o vento
Confiarei em Ti e não ficarei com medo.
Quando estou sobre esta terra
Todas as batalhas que tive antes
confiarei em Ti e não ficarei com medo."

Bom a letra fala por sí só, mas o que me chamou a atenção foi isso:

Canto que confiarei em Ti, mas ao primeiro sinal de queda, eu me desespero... Todas as batalhas realmente ficarão para trás... Eu confiarei em Ti, e não ficarei com medo!

Pra completar, a música:



E um versículo:

"Parem de lutar! Saibam que eu sou Deus! Serei exaltado entre as nações, serei exaltado na terra. " 
(Salmos 46:10)

É isso aí, fiquem com Deus, e até a próxima... xD

14 de nov de 2011

Lutando Contra Si Mesmo

E aí gente?
Começando assim, digamos, de um modo bem "sutil", quero dizer pra vocês (e pra mim!) a verdade, nada além da verdade:

Há muito mais além de mim mesmo.
Há todo um mundo, um sonho.
Uma revolução esperando para acontecer.





A vida não é sobre mim.
É tudo sobre Deus.
Não é sobre as pessoas se interessarem em mim.
Não é sobre me sentir especial e importante.
É tudo sobre como eu me interesso por elas e as faço se sentirem especiais.
Não é sobre a reputação que eu criei.
É sobre a reputação que eu quero ter,
a reputação de Cristo.
Não é sobre eu sentir:
que estou bem, confortável, amada;
É sobre lutar para agradar a Deus.
Não é sobre ter sempre mais e mais relacionamentos,
é sobre ter relacionamentos mais profundos, principalmente com Cristo.
Não é sobre apenas lutar minha batalha diária,
mas sim sobre lutar a maior guerra de todos os tempos:
O Deus que eu amo contra o mal que odeio.
É a luta constante para que eu venha a ser mais madura,
para então poder ajudar mais pessoas a se aproximarem de Cristo.
"Venho na qualidade de comandante do exército do Senhor" (Josué 5.14)
Exército do Senhor,
Não o exército fictício da minha mente,
na qual eu sou o centro.
Mas o exército comandado pelo único
Deus bondoso, poderoso, puro e santo.

Escolha o seu lado na guerra.

"The world will try to battle for my heart
But the war is already won"

"O mundo vai tentar lutar pelo meu coração
Mas a guerra já está ganha"



Abraços Galera!!!

Dai,
Equipe Radicais Mais Que Livres

28 de out de 2011

Confiança

Escutando um pouco de rádio, ouvi uma história que gostaria de compartilhar com todos, além de dar meu ponto de vista é claro...

Sem mais delongas a história:


"Em uma pequena vila, isolada nas montanhas, vivia um lenhador com sua esposa. Em um dia que deveria ser especial, o dia do nascimento do seu primeiro filho, uma tragédia abate-se sobre a família. Logo após o parto, sua esposa vem a falecer.

"Dividido entre a alegria de ser pai e a tristeza de perder a esposa, e com a árdua tarefa de trabalhar e cuidar da criança, essa torna-se a vida daquele lenhador.

"Alguns meses passam, a tristeza aumenta, mas como um grande sopro de esperança, num dia como qualquer outro, uma pequena raposa entra na casa. O lenhador fica assustado a principio, e resolve expulsá-la da casa. Mas dia após dia ela retornava, e aos poucos foi ganhando a confiança do lenhador, que passou a aceitar a presença dela na casa, e a tratá-la como parte da família.

"A vizinhança não aprovava a atitude do lenhador, e diariamente o alertavam quanto a raposa, afinal, ela era uma raposa. 'Ela vai comer o teu bebê, quando sentir fome, certamente fará isso...' - eles diziam.

"Mas o lenhador nunca deu crédito para o que as pessoas diziam, nunca até aquele dia... Ah, aquele dia...

"O que tinha tudo para ser um dia como qualquer outro, não era. Ao chegar em casa, o lenhador encontra a raposa com seu sorriso de sempre, mas dessa vez com os lábios sujos de sangue. 'Sangue...' - era tudo que ela conseguia pensar. Segurou firme o machado e como se estivesse tomado por um arrependimento mortal, atacou a pequena raposa...

"Estava feito...

"Ele corre para o quarto e encontra seu filho começando a chorar, como se soubesse o que havia acontecido. E no chão próximo ao berço, totalmente ensanguentada, jazia uma serpente morta.

"Estava feito...

"Caindo em si, e realmente caindo, dobrado, de joelhos no chão, o lenhador resolve enterrar a pobre raposa, juntamente com o machado. 'Tudo por falta de CONFIANÇA' - era o pensamento que se repetia em sua cabeça..."

Quantas vezes não somos assim com as pessoas? Desconfiando... Esperando o bote dos outros...
E pior, quantas vezes não somos assim com Deus? Duvidando... Como se tivéssemos motivos pra duvidar.

Pra encerrar, uma música que diz:

"Well in brokenness I can see this is Your will for me
To help me to know that You are near..."


Bom, é isso... Aquele abraço e fiquem com Deus xD

9 de out de 2011

Viewpoint

Eaí pessoal, tudo bem?


Estava eu pensando sobre o que escrever no blog e então pensei em como minha vida tem andado, e percebi que muitas vezes tenho olhado pro que acontece comigo de um jeito que Deus não gosta, e as vezes de um jeito que agrada a Ele. Então resolvi falar sobre ponto de vista. Sobre como vemos ou passamos por algumas situações na nossa vida. Muitas coisas boas e ruins acontecem com a gente, e o motivo, Deus sabe (e estou falando sério mesmo, Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o SENHOR. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos. Isaías 55:8-9).  Mas a gente pode ter dois jeitos de enfrentar ou enxergar essas situações.
            Quando estamos passando por uma situação boa, podemos permear ela com Deus, por exemplo: “Bah, cheguei no acampamento, graças a Deus. Se não fosse por Ele, nunca conseguiria” ou escondendo Deus: “Bah, que sorte, cheguei no acampamento. Se eu não fosse tão esperto, nunca conseguiria”. Percebem a diferença? Deus quer que a gente coloque Ele em todas as situações da nossa vida. Que quando a gente conte pros nossos amigos o que aconteceu, que a glória seja dEle, não nossa! Pois dele, por ele e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para sempre! Rm. 11:36
            E outro momento em que podemos escolher como vemos  e como agimos é quando Deus nos dá a Sua graça diariamente. Muitas vezes a gente não percebe isso. A graça dEle está nas coisas mais simples como acordar de manhã e estar vivo, ter comida nas refeições, ter um copo d’água quando tenho sede. Deus nos dá muitos presentes ao longo do dia, e, infelizmente, a maioria a gente não agradece nem dá valor. E também um enoooorme presente que Ele nos deu foi a morte de Jesus na cruz por nós. Não devemos agradecer só uma vez e deu. Isso muda a nossa vida! E a gente deve viver de acordo com isso. Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus. Ef. 2:8
            A gente pode ver uma coisa que acontece com os “olhos do mundo” também. Por exemplo, quando eu fui assaltado esses dias, logo depois fiquei pensando “Bah, que droga, o cara levou meu celular, dinheiro.. Se eu tivesse feito várias coisas alguma coisa de um jeito diferente não teria acontecido” Reclamando de tudo, perguntando pra Deus por quê comigo etc. Mas depois comecei a pensar, e percebi como Deus foi bom pra comigo, teve misericórdia e graça. O cara não levou meu laptop que estava dentro da minha mochila, não me seqüestrou, não me deu um tiro e, também, eu pude entregar um folheto evangelístico pra ele. Deus me protegeu demais nesse dia.
            A gente (eu principalmente) tem muita dificuldade de enxergar Deus nas situações, o que Ele está fazendo, e, lembrando, é Ele que vê tudo, Ele que sabe tudo, Ele que está no controle de tudo. Então não interessando o que aconteceu, tanto de bom ou ruim, Deus quer que a gente fique confiando nEle, de que aquilo tem um propósito, tem um objetivo e, principalmente, é o melhor caminho. É como a imagem que eu coloquei ali no começo: como se a gente estivesse na área com sombras, e Deus no topo da montanha, vendo até onde a sombra vai, e sabendo quão perto ela está de passar. Talvez não consigamos saber até quando vamos ficar "no escuro", mas Deus sabe, e devemos confiar nEle.
          Deus está presente e atuando em todas as situações, a gente vendo ou não. Ele é fiel mesmo quando não somos. Ele nos dá a Sua graça e misericórdia todos os dias, mesmo sem reconhecermos e/ou agradecermos. Desde o bater do nosso coração, até uma tragédia global. Ele está no controle de tudo o que acontece. 'Só' falta sermos mais atentos à isso, vivendo de maneira grata, tentando enxergar através dos "óculos dEle", o que Ele tem pra nós, sabendo que isso é o melhor.
          Quero terminar o post com um versículo e uma música:
"Em TUDO dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco."  I Ts. 5:18



Eras isso, pessoal.
Abraços a todos!
Deus abençoe vocês!!

Tim
Equipe Radicais Mais Que Livres

5 de set de 2011

Salomão

Bom pessoal, em primeiro lugar, queria comentar sobre essa série de posts que o Lino, o Duda e eu estamos fazendo. Cada um de nós tem um personagem bíblico com o qual se identifica: Moisés (Duda), Davi (Lino) e Salomão (Thiago). 

Cada um resolveu falar um pouco sobre essa pessoa e sobre o porquê de se identificar com ela. Com essas considerações, eu começo a série de postagens.

"Em Gibeom o Senhor apareceu a Salomão num sonho, à noite, e lhe disse: 'Peça-me o que quiser, e eu lhe darei'." 
(I Rs 3:5) 

"Dá, pois, ao teu servo um coração cheio de discernimento para governar o teu povo e capaz de distinguir entre o bem e o mal. Pois, quem pode governar este teu grande povo?" 
(I Rs 3:9)


Bom, talvez você esteja se perguntando o porquê de eu me identificar com Salomão, e embora eu gostaria de dizer que é pela sabedoria, não é. Eu me identifico com o desejo dele de fazer o que é certo, "distinguindo o bem do mal". Vejo também, que tenho em comum com Salomão, esse anseio por passar o conhecimento que me foi passado, sendo assim gostaria de falar um pouco sobre cada um desses aspectos, e o que Salomão fazia com eles.

Da mesma maneira que nós, Salomão estava recioso quanto ao futuro (por mais que estejamos firmes em Deus, não podemos garantir nada, quando pensamos em nossas atitudes), ele realmente queria fazer o certo, e ele pediu isso pra Deus. Duas consideirações quanto essa atitude, muito simples, dele: 

1ª Consideração: Ele admitiu perante Deus que não sabia o que era certo e errado, confessou que tinha dúvidas e medos (muitas vezes nós fingimos não ter, e nossa suposta confiança em Deus contrasta com nossa sinceridade com Ele), Salomão simplesmente pediu a ajuda de Deus, porque não se achava, e não era, capaz.
2ª Consideração: Prioridade. Talvez a angústia, talvez o desejo nato, não sei, mas por algum motivo a maior vontade de Salomão era fazer a VONTADE de Deus. "Peça-me o que quiser, e eu lhe darei", o que nós pediríamos? O que você pediria? Aqui eu enfrento a verdade, pois eu tenho VONTADE própria, e ela, muitas vezes, contrasta com a de Deus. 

Por que Salomão escrevia Provérbios e, provavelmente, Eclesiástes? Bom, vamos nos concentrar nesses dois livros. Em Provérbios, Salomão fala sobre a sabedoria, e como são felizes aqueles que tem sabedoria:

"Meu filho, se você aceitar as minhas palavras e guardar no coração os meus mandamentos; se der ouvidos à sabedoria e inclinar o coração para o discernimento; se clamar por entendimento e por discernimento gritar bem alto, se procurar a sabedoria como se procura a prata e buscá-la como quem busca um tesouro escondido, então você entenderá o que é temer ao Senhor e achará o conhecimento de Deus."
(Pv 2:1-5)

Veja que isso não passa de um conselho, é bem justificado, mas ainda é um conselho. O livro de Provérbios tanto fala nos benefícios de ser sábio, quanto nos prejuízos em não ser. A sabedoria, que é tão mencionada em provérbios, vem de Deus, só de Deus. Essa SABEDORIA precisa ser adquirida dia após dia, tendo em mente que é o Senhor quem provém. Salomão queria deixar claro que a sabedoria não era dele, bem como não é nossa, é um bem comum a todos, que pode ser desfrutada a qualquer momento.

Como? Dê uma breve olhada nas considerações anteriores, porque não podemos fazer nada (que gere resultados positivos) além de pedir, clamar, se derramar na presença de Deus (derramar-se sempre me lembram lágrimas, e se tem alguém que você não deve ter vergonha de chorar na frente dEle, é Deus).

Em Eclesiastes o conceito é um pouco diferente. Usando a própria vida como exemplo, tanto suas experiências, quanto o que observou ao longo da vida, Salomão fala sobre as coisas que nos consomem tempo e esforços e, no fim, não passam de "correr atrás do vento". 

Nas duas maneiras de escrever, o importante é passar para o leitor uma escolha, não oprimindo nossa vontade, mas nos dando entediamento para escolher. Eu me inspiro nisso quando escrevo, e deixo esse conselho: a palavra de Deus não é ditatorial, nunca, sob hipótese alguma, tente dobrar o livre-arbítrio de alguém, cada pessoa deve escolher seu caminho, peça a Deus entendimento para lançar bem a semente, e espere, porque persistir e oprimir são coisas bem diferentes.

Fica então esses dois conselhos: Sabedoria vem do Senhor, peça e lhe será dada; e não tente oprimir ninguém com a verdade, pois a verdade liberta, não acorrenta.

Fiquem todos com Deus, até a próxima xD

22 de ago de 2011

A Espera e a Esperança. #02 – Kairós, o tempo de DEUS

Kairos (καιρός) é uma palavra grega que significa “o momento certo” ou “oportuno”. Os gregos antigos tinham duas palavras para definir o tempo: chronos  e kairos. Enquanto o primeiro refere-se ao tempo cronológico, ou sequencial, esse último é um momento indeterminado no tempo em que algo especial acontece. Na teologia “kairos” é usado para descrever a forma qualitativa do tempo, o “tempo de Deus“, enquanto chronos é de natureza quantitativa, o “tempo dos homens“.

temos que aprender a esperar ♪


Em síntese pode-se dizer que o tempo humano (medido) é descrito em minutos, horas, dias, meses e anos. Enquanto que o termo Kairós que descreve o “tempo de Deus” não pode ser medido e sim vivido

Dada esta introdução, vamos ao que nos interessa.

Todos nós teremos que enfretar (aliás, já estamos “enfrentando” – E COMO ESTAMOS) o Kairós de Deus. E isso é bom, sinal de que Ele nos ama e está preparando algo bom, perfeito e agradável (Rm 12:2) para nós. Há um grande preparar e um grande trabalhar de Deus nas nossas vidas enquando esperamos. Deus nos coloca na posição de “esperador” (matei o português agora, risos) para nos aproximar Dele, com isso Ele pode começar a moldar e aperfeiçoar nosso caráter e nossa personalidade para sermos a pessoa certa e não somente esperar por uma.

Seria muito fácil eu fazer uma lista de “pré-requisitos” pra uma futura namorada/esposa pra mim, sem eu ao menos responder a cada um dos meus próprios “pré-requisitos”. A lógica seria mais ou menos essa: “Eu não posso exigir que minha esposa seja gentil e paciente se EU não for gentil e paciente. Por isso há um trabalhar de Deus em nós. A cada dia que passa Ele quer que sejamos mais parecidos com Jesus e pra isso é necessárioa que passemos por algumas situações, para sermos aperfeiçoados e até mesmo provados e se tudo der certo APROVADOS. (II Timóteo 2:15)

Temos que ter prazer no kairós. Há algo de Deus para nós durante e depois da espera. Por isso temos que passar por ela da melhor maneira possível, para podermos realizar completamente tudo que Deus tem sonhado para nós a cada instante.

Eu espero porque sei em que Deus eu tenho crido e sei que os sonhos Dele são mais altos, maiores e melhores que os meus. Eu espero, pra que um dia, depois de ser aprovado nessas coisas, eu realmente possa ser capaz de fazer a minha namorada/esposa a mulher mais feliz de todo o planeta. É por isso que eu espero.



Soli Deo Gloria!


A Espera e a Esperança #01 Introdução

Esperar – Significado: v.t. Ficar em algum lugar até que chegue alguém ou alguma coisa que se tem como certa ou provável; aguardar. // Contar com. / Ter esperança. / Supor, ter satisfação em acreditar. / Confiar.

Esperança – Significado: s.f. Sentimento de quem vê como possìvel a realização daquilo que deseja / Confiança em coisa boa. / .

onw *-*

Certo dia eu estava tento uma “conversa” com Deus, e dizendo como eu me sentia…  Naquele dia eu realmente me sentia cansado, sozinho e confuso. Eu estava sobrecarregado, carregando pesos de incerteza, de ingratidão e até de cetícismo. Por quê? Eu havia perdido uma coisa extremamente importante na caminhada com Deus, a esperança. Aquele dia havia sido extremamente cansativo, estava nublado, recebi durante o dia várias notícias ruins e estava com dores de cabeça e no rosto (sinozite querida – risos.) , eu queria simplesmente sumir. Até que cheguei em casa, me tranquei no quarto e comecei a buscar a única pessoa que ia me entender naquele momento, Aquele que me criou e me conhece melhor que eu mesmo.

E no meio daquela conversa Ele foi me lembrando de tudo que Ele já havia feito nos tempos de Moisés, dos reis e dos profetas… De Jesus… E também das coisas que Ele já tinha feito na minha vida. E aquilo realmente tornou vivo o texto de Lamentações 3:21 – “Quero trazer a memória aquilo que pode me dar esperança.” A partir daquele momento eu comecei a pedir pra ser transformado. Eu estava voltando a “normalidade” deixando tudo acontecer no automático, eu estava “esfriando” como se diz por aí. Mas outro texto se fez vivo -  Sede fortes, e revigore-se o vosso coração, vós todos que esperais no Senhor.” -Salmos 31:24 E a partir dali eu voltei com meus estudos sobre relacionamentos- não só de namoro e casamento e tal, mas sobre todos os tipos de relacionamentos – quem sabe um dia eu até escreva um livro sobre isso – mais risos.

E o que tenho entendido com esses estudos e buscas é que nós precisamos que a espera e a esperança andem juntas. De maneira que a duração da espera não diminua a esperança e que a esperança nos ajude a aprender com a espera e passar por ela de acordo com boa, perfeita e agradável vontade de Deus. Existe um trabalhar de Deus na espera. Como o @fernandokxavier disse: “Deus vai desenvolvendo a nossa paciência. Porque é na espera que Ele trabalha em você!”

Eu tenho buscado esse trabalhar, pra realmente poder ser a pessoas certa (leia-se P-E-R-F-E-I-T-A – risos) para alguém. Tenho colocado a disposição de Deus os meus sonhos, planos, conceitos, habilidades e defeitos para serem trabalhados. – mesmo que isso custe a minha reputação, tempo e até alguns sonhos profissionais  (leia-se AAAADEEEEUS AMAN) – E nesse processo sei que muitas coisas ainda vão mudar, eu vou mudar. Aprendi que muito do que eu pensava do que era “ser homem” não passa de puro preconceito, e de que antes de ser namorado ou marido eu tenho que ser o melhor amigo. Não adianta eu querer compreensão dela para os meus defeitos se eu não estiver disposto a compreender todos os defeitos e manias dela. Pra ser o marido perfeito eu tenho que parecer como Jesus, e é uma longa caminhada. Mas, quem disse que estou sozinho nela? Há um R-E-I-N-O inteiro nessa caminhada, pessoas de todas as etnias, classes sociais e gostos possíveis…




Bom, isso foi uma “pequena” intrudação, o primeiro de uma série de posts aqui… A série “A Espera e a Esperança” vai falar sobre as esperas da vida através do embasamento bíblico com testemunhos históricos como os de Jacó (esse aí sabe o que é espera, porque né) até testemunhos de pessoas do nosso tempo, amigos, conhecidos .... Os próximos post's serão mais “didáticos”  nessa introdução tentei apenas mostra um pouco o que me motivou a começar essa série. Espero sinceramente que gostem e que Deus de alguma forma possa me usar na vida de vocês. Até a próxima.


Soli Deo Gloria!

3 de ago de 2011

Radical por Cristo

Eaí pessoal, tudo certo?
Bom, estava eu passeando pela internet hoje e achei um texto bem interessante no iPródigo. Muito bom o texto e fala sobre ser radical pra Jesus. Espero que vocês curtam!
Então você quer ser um cristão radical, hein? Você quer ser um cristão extremado, desapegado, completamente entregue e livre de impedimentos. Você não quer desperdiçar sua vida. Você quer ter um louco amor por Deus. Impressionante. Eu também quero. Eu quero ser um discípulo radical de Jesus.
Mas o que exatamente isso significa? Como exatamente ser um cristão radical? Estive pensando muito sobre isso ultimamente. Isso é muito importante para mim. Em Apocalipse, Jesus diz que ele vomitará pessoas mornas, e certamente não quero ser um cristão morno. Eu quero ser um cristão super quente que está inflamado por Jesus.
Então eu deveria vender tudo que eu tenho e ser um evangelista viajante? Eu deveria ir imediatamente para o campo missionário? Eu deveria dar 75% de minha renda? Deveria eu então ler a minha Bíblia todo o tempo e não assistir TV ou jogarvideogames? Bem, talvez. Mas não necessariamente. Quanto mais eu leio a Bíblia, mais estou convencido que ser radical por Jesus é realmente muito “chato” e “mundano”.
O livro de Efésios é um exemplo útil a este respeito. Nos primeiros três capítulos do livro, Paulo detalha o inacreditável, brilhante, surpreendente plano da salvação que Deus criou e colocou em ação por meio de Jesus Cristo. Quero dizer, que estamos falando de coisas muito sérias aqui: eleição, predestinação, adoção, redenção, e o grande plano para unir todas as coisas em Jesus Cristo. Esse é o tipo de coisa que é explosiva, de “botar fogo no coração” por Jesus.
Então, no capitulo 4, verso 1, ele diz: “ Como prisioneiro no Senhor, rogo-lhes que vivam de maneira digna da vocação que receberam…” Quando eu leio isso eu penso, “Tudo bem, lá vem ele. O chamado para ser radical e viver de modo digno de acordo com o Evangelho. Manda aí, Paulo. Acerta a minha cara!”
E Paulo me acerta bem na cara. Ele nos diz para caminhar “completamente humildes e dóceis, e sejam pacientes, suportando uns aos outros com amor. Façam todo o esforço para conservar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz.” Espera aí. O que? Isso é o que significa ser radical? Suportar um ao outro em amor e manter a unidade? Isso parece tão, não sei, chato. Talvez se eu ler mais adiante no livro eu irei chegar às coisas realmente radicais.
Efésios 4.22-24 diz:
“Quanto à antiga maneira de viver, vocês foram ensinados a despir-se do velho homem, que se corrompe por desejos enganosos, a serem renovados no modo de pensar e a revestir-se do novo homem, criado para ser semelhante a Deus em justiça e em santidade provenientes da verdade.”
Essas passagens, e muitas outras como essas, parecem estar dizendo que a vida cristã é, por natureza, radical! Em outras palavras, quando eu amo minha esposa e a sirvo, isso é radical. Quando eu deixo de lado discursos corruptos e falo a verdade em amor, isso é radical. Quando eu fujo da imoralidade sexual, isso é radical. Quando eu sirvo os outros na minha igreja com os presentes que Deus tem me dado, isso é radical. Quando minha esposa Jen me serve e às nossas meninas lavando a roupa e fazendo o jantar, isso é radical. O que parece meio chato e mundano é realmente muito radical aos olhos de Deus.
A vida cristã é, por natureza, radical! O que parece meio chato e mundano é realmente muito radical aos olhos de Deus.
Não me entendam errado, não estou dizendo que não devemos pensar sobre missões, ou dar um monte de dinheiro, ou adotar crianças, ou o que seja. Todas essas são coisas importantes. Eu só não queria que alguém pensasse que não é um cristão radical se não faz essas coisas específicas. Ser um radical é muito maior do que isso.

26 de jul de 2011

Fé Real

Estava ouvindo rádio, coisa que eu não faço rotineiramente, e começou a tocar uma música diferente. A música era tão estranha, eu achei tão ruim, que eu parei pra ouvir.
A música falava sobre um Soldado, um soldado novato, mas acima de tudo, Cristão. É sobre ele, e sua história contada na música, que eu quero falar.


Pra começar eu preciso falar sobre as atitudes desse soldado. Ele falava de Deus no quartel, o que, certamente, veio a causar desagrado entre seus superiores. Dentre eles o Comandante, descrito como uma fera humana, que  quando ouviu falar dos atos do Soldado, decidiu humilhá-lo.
O Comandante chamou o Soldado em sua sala, para intimidá-lo, mas não obteve o resultado que esperava, o rapaz não negou sua . Como uma última medida, o Comandante levou ele para o pátio, e lá gritou pra que todos ouvissem:

"Está vendo aquele caminhão?! Há muito tempo ele não funciona, e eu bem sei que você não sabe dirigir, peça para que teu Deus te ajude, e dirija o caminhão, se o fizer eu me prostro e adoro o te Deus!!!" - O Comandante pretendia unicamente humilhá-lo.

O Soldado subiu na cabine, já em oração, pedindo orientação a Deus. Pra espanto de todos, ele deu a partida e completou uma volta no quarteirão. Após isso, desceu do caminhão e disse:

"O caminhão precisa de alguns reparos, se quiser conserto para o senhor!"

O Comandante se jogou no chão, implorando perdão a Deus, e com a cabeça baixa ele disse:

"Como?! O caminhão está sem motor!"

O nosso medo do impossível limita nossa , se soubesse do motor o Soldado talvez não fosse, mas ele, não sabendo que era impossível, foi lá e fez!

A nossa Fé Real só começa, quando já é impossível.

Fiquem com Deus e até a próxima xD

21 de jul de 2011

O que fazer?

Tudo bem pessoal?
Ultimamente, o que tem estado na minha cabeça são escolhas. Não que eu saiba o que fazer, mas pelo contrário, é a pergunta "O que fazer?". Tantas coisas pra decidir e entender... Às vezes as placas não são claras... Será que tem como essas dúvidas acabarem? Vamos ao post:




O que fazer? É uma grande pergunta... o que fazer com a minha vida? O que fazer sobre meus relacionamentos? O que fazer na faculdade? O que fazer no meu futuro? O que fazer nesta situação? O que fazer com este problema? O QUE FAZER....?
Tantas vezes quando esta pergunta vem em nossa mente, a resposta mais imediata é: "Eu preciso achar uma solução!" Mas...será que eu preciso mesmo? Ou será que alguém pode tomar conta disso pra mim? A resposta é sim! Alguém pode resolver a minha preocupação/problema!!! Olha o que Deus diz em Isaías 48.17: "Assim diz o Senhor, o seu redentor, o Santo de Israel: "Eu sou o Senhor, o seu Deus, que lhe ensina o que é melhor para você, que o dirige no caminho em que você deve ir." Deus nos ensina o que é o melhor, nos ensina o Seu caminho. Mas, algumas vezes (eu diria, a maior parte das vezes) Deus não permite que vejamos a solução logo, ou o por que da situação estar ocorrendo. Mas, temos que continuar a acreditar que o plano dele é o melhor: "Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos." (Hebreus 11.1). Não podemos ver a Deus tanto quanto não podemos ver nosso futuro, mas temos fé Nele e nas coisas que veem Dele, como neste caso, o caminho que devemos seguir. Termos fé, é confiarmos que Ele tem o melhor pra nós, mesmo (e principalmente) quando não sabemos o que é. É confiarmos que Ele quer nos ensinar e nos trazer pra perto Dele com cada coisa que acontece ou deixa de acontecer em nossas vidas. Ter fé, é amá-lo quando nem ao menos o sentimos. A Palavra de Deus nos mostra Sua vontade: "A tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho." (Salmos 119.105). A lâmpada ilumina só um pouco do caminho, exatamente onde precisamos pisar, nem um pouco à frente, nem um pouco ao lado. Exatamente onde temos que pisar e na hora certa! Ficamos sim angustiados por não saber o que fazer: "Os meus olhos fraquejam de tanto esperar pela tua promessa, e pergunto: "Quando me consolarás?" Salmos 119.82. Mas Deus tem o tempo certo, só precisamos ter fé e esperar pacientemente ("Para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu." Eclesiastes 3.1). E quando Ele mostrar o que devemos fazer, temos que estar prontos para fazer a Sua vontade, assim como fez Mateus:"Passando por ali, Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria, e disse-lhe: "Siga-me". Mateus levantou-se e o seguiu." Mateus 9.9. "Levantou-se e o seguiu". Ele não perguntou por que. Ele apenas seguiu a vontade de Deus. Podemos e devemos contar com a ajuda de Deus. E precisamos pedir esta ajuda também: "Eu clamo a ti, ó Deus, pois tu me respondes; inclina para mim os teus ouvidos e ouve a minha oração." Salmos 17.6. Pedir esta ajuda, mostra que acreditamos que Ele vai nos ajudar e que sabemos como somos pequenos. Damos glória a Ele quando pedimos Sua ajuda.
Pra terminar, dois versículos:
"Tu és bom, e o que fazes é bom; ensina-me os teus decretos." Salmos 119.68
"Ó minha alma, espera silenciosa somente em Deus, porque dele vem a minha esperança." Salmos 62.5



Abraçssss

20 de jul de 2011

Apoio

Embora em boa parte do tempo eu esteja feliz e cantarolando, há momentos em que meu bom humor se vai, e eu simplesmente me entristeço com tudo e com todos. São nessas horas que eu mato meu ego e clamo por apoio, e o lugar da onde vem esse Apoio é que eu quero falar.

Bom, quero separar o apoio em 3 tipos: Fraternal, Conjugal e Celestial. Por que separar em tipos? Bom, é mais simples de explicar as diferenças entre expectativa e apoio real em cada caso, além de ser mais simples para exemplificar, enfim, o Post em si:

Fraternal: Embora lembre muito de irmãos ou amigos, apoio fraternal é aquele que ambos se apoiam, podendo ser bem amplo o nível de relacionamento desse caso de apoio. 
Quando o apoio é fraternal, normalmente, não temos grandes ambições ou necessidades de recebê-lo (entenda-se que desejamos mais apoio, do que o fraternal pode oferecer, ou confundimos apoio conjugal e fraternal), ele é plenamente espontâneo, e quando retirado, sim apoios podem ser retirados, normalmente não nos derruba, embora cause alguma instabilidade.
Eu gosto de imaginar dois amigos apoiados lado-a-lado, se apoiando mutuamente, e quando um sai, o outro ainda tem tempo de reagir.
(Uma ilustração pra ajudar a entender a ideia)

Conjugal: Bom, pelo nome, eu já deixei exclusivo para um relacionamento esse tipo de apoio.
Esse caso de apoio acontece, na maior parte dos casos, em relacionamentos conjugais, mas preciso deixar claro, que há  exceções.
Dois fatores descrevem bem esse tipo de apoio: a carência e a estabilidade.
> Carência: Esse caso de apoio exige que uma das partes seja carente, embora ambos possam se apoiar, isso não pode acontecer sem ao menos um estar firme. Logicamente, o outro lado será o carente.
> Estabilidade: A confiança é a chave da estabilidade nesse caso de apoio, porque ambos os lados se apoiam cegamente, em caso de algum lado se retirar a queda é inevitável (inevitável, porém passiva de recuperação, óbvio)
Um ótimo exemplo desse tipo de apoio, é imaginar duas pessoas se apoiando de costas, pois quando um se retira o outro apenas sente, e cai.
(Outra ilustração para exemplificar)

Celestial: Bom, como o nome desse tipo traz claramente a imagem de Deus, é apenas praxe dizer que Deus é o maior exemplo de apoio, não?!
Nesse caso, como nos outros, nós podemos ver exceções, mas nesse é bem incomum, porque Deus é o exemplo maior a seguir nesse caso, e é realmente difícil seguir o padrão de Deus (cabe a nós tentarmos dia após dia).
O apoio celestial tem duas características vitais: é opcional e incondicional.
> Opcional: depende EXCLUSIVAMENTE de nossa decisão (lembrando que não precisa ser Deus o apoiador, mas normalmente é Ele), para que o apoiador nos estenda a mão, e nos carregue no colo (que é, sem dúvida, a melhor imagem pra representar esse caso)
> Incondicional: enquanto você aceitar, esse apoio não volta atrás, não se arrepende, não termina, jamais! O padrão de Deus é perfeito, e mesmo quando uma pessoa te oferece esse apoio (cabe aqui um exemplo: um pai que pula na água para salvar o filho, ele só depende que o filho permita salvá-lo, e jamais, creio eu que esse valor nunca se perderá, ao menos torço, jamais desistirá no meio do caminho) essa característica está presente.

(A última ilustração)

Bom, definitivamente o apoio de Deus é o que eu devo buscar, mas tirando a parte óbvia, que tipo de apoio nós oferecemos? Qual apoio nós procuramos? Uma pergunta que muito me incomoda, estamos prontos pra apoiar (e sermos apoiados) cegamente alguém?

Tentar dia após dia, apoiar como Deus apoia é, sim, um desafio. Aceitar o apoio dEle também, porque significa ser carregado, perder o controle, estar nas mãos de Deus. "Ah mas isso é bom!". Sim, é bom, e não traz nenhuma consequência ruim, mas não cabe a mim dizer que é fácil, pois precisamos diariamente buscar por Ele e nos perdermos de nós.

"Pois eu sou o Senhor, o seu Deus, que o segura pela mão direita e lhe diz: Não tema; eu o ajudarei."
(Is 41:13)

Com um dos meus versículos favoritos, eu me despeço, fiquem com Deus.

14 de jul de 2011

De Volta a Felicidade

Já ouve dias que em você acordou irritado com o mundo? Com vontade de chutar tudo e todos que aparecessem na sua frente?? Com vontade de esganar seu irmão mais novo ou dispensar a sua namorada??? Bom eu estava mais ou menos assim hoje de manha; estava com raiva de Deus e das pessoas a minha volta, queria ficar sozinho em um canto, somente eu e a minha ira... Me sentia, claustrofóbico e sobrecarregado desde que falei para Ele que poderia me virar sozinho, que podia cuidar dos meus problemas sem a sua ajuda ou a sua amizade... Afinal de contas quem precisa de Deus?
Bom eu acho que eu estava precisando dEle e mais uma vez Ele teve paciência comigo, me trazendo de volta a realidade, mostrando que eu só consigo amar os outros de verdade quando estou em sintonia com aquele que criou o amor, que só consigo sentir a plenitude da paz e confiança ao lado do melhor amigo que alguém pode ter, sendo realmente feliz ao lado do criador do universo... E agora eu consigo olhar para o céu, sabendo que sou o homem mais abençoado que existe no Terra, pois estou do lado daquele que venceu o mundo.

"- Eles não deveriam me amar - Ela disse em voz baixa.
- Claro que não deveriam. Você se conhece. Conhece seu egoísmo, seu pecado. Deus também não devia nos amar, mas Ele nos ama. E é por causa dele que amamos uns aos outros. Não existe explicação humana para isso."

24 de jun de 2011

Fazendo a Diferença

As vezes olhamos para a realidade e não conseguimos saber o que fazer, em como ajudar, ou a maneira que devemos reagir... Bem, pode crer que eu não sou nem um pouco diferente disso. Me sinto pequeno de mais perante meus desafios, sem qualidades ou dons suficientes para vencer tudo que esta ao meu redor, simplismente pecador de mais para ser diferente. O problema (ou solução) é que eu sei que isto é verdade! Sei que apenas Deus pode fazer a diferença, que apenas trabalhando junto com ele eu vou ter capacidade de ir alem, de superar as espectativas, simplismente sair do padrão. E é isto que eu quero fazer, levar Deus as pessoas por ações e não por palavras, fazer-las sorrir quando perceberem que a vida não é como elas pensavam ser, de enfim me considerar um CRISTÃO de verdade.

5 de jun de 2011

Rebirthing



As horas passavam naquele gelado fim de tarde, e ele não chegava a nenhuma conclusão. As perguntas eram as mesmas de todos os dias, porém as respostas pareciam que nunca chegariam...
O que deveria fazer? Deveria continuar orando? Continuar esperando explicações que nunca vinham? Devia continuar acreditando em alguém, que há muito tempo nem mais respondia?
A noite se aproximava, e ele achou abrigo para passar mais uma noite, mais uma noite amarga...
No ápice de sua frustração ele zombou e ironizou de Deus, passou dos limites, mas não conseguia se importar com isso... Ele iria até o fim.
Ele continuou desabafando para o nada até que coisas estranhas começaram a acontecer. A temperatura do ambiente mudou, a atmosfera ficou tensa e ele percebeu que não estava mais sozinho, se sentia amedrontado, mas ao mesmo tempo maravilhado. Isso não era suficiente para ele e com as forças que conseguiu reunir ele gritou: “Eu ainda quero um sinal!”. Nesse momento os seus joelhos perderam as força, seu coração parecia estar sendo esmagado, e ele começou a chorar. Algo muito mais forte de tudo que ele já havia sentindo o oprimia, de forma que ele só podia pensar em se ajoelhar e orar. Tudo o que lhe afligia já não tinha mais valor, suas dúvidas e preocupações perderam sentindo, e ele só queria matar a saudade que tinha de Deus, de enfim poder renascer em Deus.

Então Jó respondeu ao Senhor:
“Sei que podes fazer todas as coisas, nenhum dos teus planos pode ser frustrado. Tu perguntaste: ‘Quem é esse que obscurece o meu conselho sem conhecimento?’ Certo é que falei de coisas que não entendia, coisas tão maravilhosas que não poderia saber. Tu disseste: ‘Agora escute, e eu falarei; vou fazer-lhe perguntas e você me responderá’. Meus ouvidos já tinham ouvido a teu respeito, mas agora os meus olhos te viram. Por isso menosprezo a mim mesmo e me arrependo no pó e na cinza.
(Jó 42 1 - 6)


17 de mai de 2011

Bartimeu

Os trechos bíblicos que narram histórias de curas são os mais variados, mas entre elas uma, com certeza, me chama mais a atenção:


"Então chegaram a Jericó. Quando Jesus e seus discípulos, juntamente com uma grande multidão, estavam saindo da cidade, o filho de Timeu, Bartimeu, que era cego, estava sentado à beira do caminho pedindo esmolas."
(Mc 10:46)

Em três dos evangelhos essa história aparece, porém é apenas no de Marcos que o nome Bartimeu é citado.
Como já dito, Bartimeu era cego e mendigo, ficava sentado à beira da estrada, até que ouviu falar que Jesus estava próximo dele:

"Quando ouviu que era Jesus de Nazaré, começou a gritar: 'Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim!'"
(Mc 10:47)

Pois é, aqui começou uma grande diferença, Bartimeu nunca tinha visto nada, e ao ouvir falar de Jesus, ele gritou muito, creio eu, que o que se passava em sua cabeça era algo do gênero: "Se ele me ouvir estarei curado". Mas a multidão o abafava, tanto em murmúrios quanto em pedidos diretos:

"Muitos o repreendiam para que ficasse quieto, mas ele gritava ainda mais: 'Filho de Davi, tem misericórdia de mim!'"
(Mc 10:48)
Jesus o ouviu, é claro. Mandou que o chamassem, e aqui, a minha maior surpresa:

"'O que você quer que eu lhe faça?', perguntou-lhe Jesus. O cego respondeu: 'Mestre, eu quero ver!'"
(Mc 10:51)

Mestre, eu quero ver!
Eu me vejo nessas palavras, quantas vezes nós somos cegos, não é? E, atirados à beira da estrada, não vemos nada mesmo. Bom, eu me pego assim muitas vezes, cego.

Algumas considerações então:

1ª Consideração: Precisamos ter fé, fé cega, sem ver nada mesmo. Sair gritando só porque sabemos que Jesus está perto. É aqui que começa o milagre. Difícil? Sim, é difícil, eu mesmo tenho reclamado disso, mas meu consolo é que Deus ainda deixa essas palavras pra mim, e pra todos. Esse é o primeiro passo.

2ª Consideração: Precisamos perseverar em nossa fé, de modo que os gritos não nos abafem, e o tempo não nos cale. Se ter fé já é difícil, perseverar é muito mais. Uma dica, dúvida é o princípio da destruição, mantenha sua fé no alvo, porque desvios são, como diz em Provérbios, veredas tortuosas que levam a morte.

3ª Consideração: Precisamos confessar pra Deus o que queremos. Ele conhece nosso coração, mas quer ouvir de nós, Bartimeu era cego, o que mais podia pedir, comida talvez? Mas Jesus o deixou pedir, por quê?

"'Vá', disse Jesus, 'a sua fé o curou'. Imediatamente ele recuperou a visão e seguia a Jesus pelo caminho."
(Mc 10:52)

Porque nós temos direito de usarmos nossa fé. Porque Deus quer que peçamos e oremos, quer que choremos e nos prostremos a Ele, pois Ele chora conosco, sim!, o nosso Deus entende o nosso querer, o nosso sofrer, Ele nos entende por completo. Se há algo a tirar dessa história, eu tiro isso: 

Grite! Porque Jesus está perto. Insista! Porque Ele vai te ouvir. Confesse! Porque Cristo QUER que TUA fé te cure.

Uma música que me tocou bastante pra encerrar:


Bom, é isso por hoje, Deus abençõe a todos.